Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam

 

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam: Preservativo

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
 
A primeira escolha prática de um método de contracepção quando uma mulher amamenta é o preservativo.
 
Este método não hormonal não tem efeitos secundários na amamentação, sendo por si só o método mais prático de prevenir uma nova gravidez.  
 
A única ressalva é que poderá ter de usar um lubrificante para evitar irritar a vagina.
 

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam: O Uso De DIU No Pós Parto

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
 
O DIU ou dispositivo intra-uterino (com cobre ou com libertação de progesterona ou de estrogênios) também não tem qualquer efeito no aleitamento, sendo considerado um método contraceptivo de grande eficácia.
 
O risco da utilização deste método contraceptivo é o risco de expulsão ou de perfuração uterina caso não seja bem colocado.
 
Entre os principais riscos estão infecção pélvica, sangramento anormal e gestação ectópica. O ideal será colocá-lo na 1ª consulta pós-parto, tendo assim menor risco de expulsão.
 
 

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam: Laqueadura Ou Vasectomia

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
  
Um dos métodos mais permanentes e eficazes é a ligação das trompas de Falópio, impedindo que os óvulos desçam ao útero.
 
Este método é um método definitivo e só deve ser considerado quando não se deseja mais filhos.
 
Aqui no Brasil a laqueadura só é autorizado em mulheres com mais de 25 anos e com pelo menos 2 filhos.
 
É uma cirurgia simples e o relato de problemas é muito baixo.Claro que também tem os seus riscos pois não deixa de ser uma cirurgia.
 
A laqueadura das trompas é uma operação de maior risco que a vasectomia masculina, por isso, o casal deve sempre ter aconselhamento e decidir bem este passo.
 

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam: Anticoncepcionais

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam

Se a mãe que amamenta optar por um método contraceptivo hormonal como a pílula contendo apenas progestina/progesterona ou a injeção ou implante de cápsulas de progestina, esta opção até poderá aumentar a quantidade de leite produzido.

 
Embora parte deste hormônio (progestina) possa passar para o leite, não existem relatos de efeitos secundários.
 
É recomendado que o uso do hormônio progestina só seja feito pelo menos 6 semanas depois do período pós-parto, para que os hormônios não interfiram na produção inicial do leite materno.
 
A taxa de sucesso deste método é superior a 90%.
 

O último método contraceptivo para mulheres que amamentam é o tradicional método contraceptivo oral:

Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Métodos Contraceptivos Para Mulheres Que Amamentam
Que contém estrogênio e progesterona (pílulas combinadas), tal como a tradicional pílula contraceptiva, recomendada apenas a partir da 2ª-3ª semana pós-parto.
 
Este método contraceptivo é bastante eficaz, mas pode passar hormônios para o leite, bem como reduzir a produção e as concentrações de gorduras e proteínas nutritivas do leite.
 
Os hormônios contidas nas pílulas são transferidas para o leite materno e, consequentemente, para o bebê.
 
Embora não existam relatos de efeitos negativos no bebê, é quase certo que a produção de leite diminua e pode mesmo secar devido à toma deste tipo de contraceptivo.
 
Se optar por este método, deve sempre controlar o peso do bebê cautelosamente, pois a quantidade inferior de gorduras do leite, pode interferir no crescimento natural do bebê.
 
É também importante saber que os contraceptivos hormonais que contêm apenas estrogênio devem ser evitados sempre que possível.
 
Os implantes de estrogênios aplicados após o inicio da lactação (após o parto ou em 6 semanas) são um método eficaz sem qualquer efeito sobre a lactação ou no bebê.
 
No entanto não são os mais usados devido a provocar sangramentos irregulares, sendo de custo elevado e de dificuldade de inserção/remoção.
 

Cada método contraceptivo deve ser adequado caso a caso e discutido com o médico.

O método mais adequado para uma mulher pode não o ser para outra.

Na maternidade converse com o seu médico ginecologista/obstetra sobre a situação, e saiba qual o método contraceptivo mais indicado ao seu caso.

Métodos Billings

 

É um método de observação do corpo.

É possível através da medição de temperatura e observação dos mucos vaginais, saber quando e se a ovulação está próxima.

É preciso muita disciplina e conhecimento do seu corpo para utilizar esse método.

Veja também:

Amamentação | Deslumbrantes imagens de mães amamentando

Dor Nos Seios Durante a Amamentação Como Resolver

Mitos e verdades sobre amamentação (parte I)

Comer a placenta | É saudável ou Simplesmente Bizarro?

Sexo Pós-Parto | Quando posso ter? O que precisa saber

 
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *